iMais

5 Erros fatais dos pequenos empresários

Ufa! Enfim o grande sonho de ter uma empresa foi concretizado, e se você pensa que tudo será um mar de rosas está muito enganado. Agora que você irá demonstrar e colocar em prática seus conhecimentos, produtos e serviços.E é nessa hora que muitos empreendedores  erram, e para você não fazer feio preste bem atenção nestes 5 tópicos:
  • O dinheiro da empresa, não é o seu dinheiro – É isso mesmo, a partir do momento que se constitui uma empresa, você precisa diferenciar a pessoa física da jurídica. Nada de pegar dinheiro do caixa para compras coisas pessoais, pagar contas de casa ou até mesmo comprar seu almoço. Esse é o principal erro dos pequenos empresários, não caia nessa. Defina um pró-labore mensal e planeje suas dividas pessoais conforme seu ganho.
  • As despesas fixas devem estar na ponta do lápis – Nada pior que chegar o dia de pagar o aluguel, os funcionários, ou até mesmo os fornecedores e você perceber que não tem dinheiro em caixa. Assim começa a grande e perigosa bola de neve, ou seja, o famoso“Empréstimo Bancário”. Ao Abrir uma empresa, calcule e tenha sempre Capital de Giro, isso pode afundar ou salvar o seu negócio.
  • Não de ouvidos a todas as críticas – Esse é um tópico importante, pois o empresário deve saber diferenciar uma critica construtiva de um comentário maldoso. Tenha em mente o bom senso e a qualidade dos seus produtos. Não adianta mudar todos os planos por um comentário. Isso gera insegurança ao cliente, e demonstra falta de planejamento. Saiba qual é a Visão, Missão e os Valores da sua empresa e lute para que eles sejam realmente colocados em pratica.
  • Mais vale um pássaro na mão, que dois voando – Hoje as mudanças estão em ritmo acelerado, assim como o pensamento e bolso do consumidor. Pense que sua empresa deve ter vida própria e não deve ser confundida com associação beneficente. Nada de fazer vendas fiadas para amigos, amigos dos amigos, parentes, e familiares, assim como qualquer consumidor eles devem assumir suas compras e se caso não conseguirem pagar  a vista, parcele.
  • Treine sua equipe, para que eles sejam melhor do que você é – Infelizmente ou felizmente você não irá conseguir cuidar do seu negócio por 24h por dia, pode até tentar nos primeiros meses, mas irá perceber que o desgaste será a toa e suas ideais irão sumir, quando mais precisar pois o cansaço e a rotina irão diminuir sua produtividade. Sendo assim, separe uma parte do seu tempo para treinar, motivar e apoiar sua equipe. Eles serão o principal elo do cliente para com a empresa.
Agora que você aprendeu essas dicas, é hora de colocar em prática.
Sucesso e Bons Negócios!
Cinthia Oliveira

Formada em Administração, Pós graduada em Marketing e Comunicação. Consultora de Empreendedorismo e Marketing, Atua também nas áreas de Gestão de Conteúdos, Colunista e Apresentadora do Programa "Minuto Empreendedor" na Rádio Jornal de Indaiatuba.