Prefeitura de São paulo entrega recuperação da fachada do Theatro Municipal

A Prefeitura de São Paulo entregou nesta quarta-feira (4) a limpeza completa das fachadas do Theatro Municipal de São Paulo, um dos prédios históricos mais conhecidos da cidade. A Empresa Construtora Brasil (ECB), do grupo Mota-Engil, ligada à comunidade portuguesa, doou os serviços de limpeza nas quatro fachadas externas, com investimento de aproximadamente R$ 500 mil.

As intervenções para a limpeza da fachada, que foram realizadas com foco na remoção de pichações, contemplaram os materiais presentes na superfície como o arenito, além do granito e o plasticôte (um tipo de resina acrílica). O arenito que compõe a fachada principal do Theatro Municipal é um tipo de revestimento poroso e que exige uma limpeza bastante cuidadosa e delicada.

O trabalho no edifício tombado como patrimônio histórico pelas três esferas de preservação – Conpresp, Condephaat e Iphan – foi iniciado em 9 de junho e concluído em 15 de setembro. Antes das intervenções para a limpeza, foram realizados testes com diversos tipos de produtos e diferentes técnicas de aplicação para cada material das quatro fachadas do Theatro, para que a equipe responsável decidisse quais produtos seriam efetivamente aplicados.

A limpeza foi iniciada pela parte superior do edifício no plasticôte, utilizando apenas escovação e hidrojateamento com detergente neutro concentrado. Todas as áreas foram limpas com o detergente neutro, incluindo áreas de plasticôte, granito e arenito. Para as limpezas nos trechos superiores, foi utilizada uma plataforma elevatória de 45 metros de altura.

Após a conclusão da limpeza de todo o edifício, algumas áreas de arenito e granito foram indicadas para a aplicação de proteção de sílica líquida. Este produto à base de água é pulverizado pela superfície e resulta numa película invisível que forma uma camada de proteção.

“Por meio de mais esta parceria, foi possível recuperar a fachada deste importante prédio histórico que recentemente celebrou 106 anos, com acompanhamento da nossa equipe técnica do Departamento do Patrimônio Histórico. A próxima etapa desta cooperação com a comunidade portuguesa será a instalação de ar-condicionado na seção de circulante na Biblioteca Mário de Andrade, espaço que recebe centenas de pessoas diariamente para estudo e pesquisas”, ressalta o secretário municipal de Cultura, André Sturm.

A parceria com a comunidade portuguesa também beneficia praças, entre elas a Praça Portugal, na Zona Oeste de São Paulo, e uma parte da Praça Armando de Sales Oliveira, na região do Ibirapuera, Zona Sul. Também rendeu uma atração internacional à Virada Cultural 2017: o fadista português Camané.

Imagem: EDUARDO OGATA / SECOM

0 Comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register