Campinas

Exposição ‘Meu Corpo, Minhas Regras’ revela as nuances da liberdade sexual feminina no MIS Campinas

A fotografia foi escolhida como ferramenta de protesto pela fotógrafa, estudante de design gráfico e fotografia e também ativista da causa feminista Ivy Oliveira, campineira, 30 anos, que entre os dias 2 e 15 de maio, expõe o resultado do projeto ‘Meu Corpo, Minhas Regras’ em exposição fotográfica no Museu da Imagem e do Som de Campinas.

O conteúdo das 26 fotografias, retrata a liberdade sexual do corpo feminino como um todo e de forma realista: as modelos se expuseram às lentes de Ivy espontaneamente, de acordo com a personalidade real, expressando a individualidade e liberdade de seus corpos sem censura ou pudor.

As fotografias foram inspiradas nos conceitos feministas e na militância que luta pelos direitos das mulheres da geração dos anos 90 e 2000: “as mulheres devem ter prazer em seu sexo”, “as mulheres não devem se intimidar perante o próprio corpo”, “as mulheres não vieram ao mundo apenas para procriar”, “o aborto é a decisão que somente cabe à mulher tomar sobre seu corpo”.

Fotografando profissionalmente há quatro anos, Ivy se viu aproximar do movimento feminista ao querer descobrir as nuances do empoderamento feminino e as possibilidades existentes para lutar contra a opressão e a violência sofridas diariamente pelas mulheres. E então, descobriu os coletivos, que reúnem mulheres em manifestos e eventos, que começaram a contar com o olhar das lentes da fotógrafa, despertando o interesse pela abordagem da liberdade sexual, aceitação corporal, objetificação feminina e exercício do poder da mulher sobre o próprio corpo.

O objetivo da exposição é mostrar alguns dos conceitos feministas de forma direta e natural, propondo a reflexão sobre a erotização e o machismo presentes em cada um, ao julgarem o nu, a vestimenta, a vida sexual, as escolhas pessoais e os diferentes tabus acerca da esfera feminina, promovendo a ideia de liberdade em que a mulher tem o direito de ser o que ela quiser, sem ser julgada ou sofrer violência por isso. “Tentei da melhor forma, aproximar o público de um assunto tão delicado: a liberdade sexual feminina, com a qual me identifiquei na minha aproximação do feminismo, já que hoje existe um conceito totalmente patriarcal, erotizado e sexualizado da imagem da mulher, somos submetidas a regras que não existem, julgadas por nossas roupas, escolhas e a violência só aumenta, a sociedade precisa entender que peças de roupa não são convites, que o nu não é feio e que o sexo não é sujo, tudo faz parte da natureza humana e é direito da mulher usufruir disso sem ser violentada ou julgada”, afirma Ivy.

O trabalho apresentado na mostra foi produzido com três diferentes câmeras: T5i Rebel, digital, Canon – Lentes: 18-55mm, 6D, digital, Canon – Lentes: 18-135mm e 50mm f1.8 e 7D, digital, Canon – Lentes 18-135mm. A abertura da exposição acontece às 18h no dia 02/05, e nos demais, a visitação pode ser feita de segunda a sábado das 9h às 19h, entrada gratuita, censura 18 anos.

Ivy Oliveira

Fotógrafa e estudante de design gráfico e fotografia na Universidade Paulista UNIP, participou em cobertura de eventos e shows de Campinas e São Paulo pela produtora Relógio Urbano, na direção de fotografia do curta-metragem “ESCOLHAS”, captado em 2011 pela lei de incentivo FICC, participou de coberturas de shows da Virada Cultural de Campinas em 2010 e em alguns jornais da cidade e mídias alternativas.

Serviço

Exposição Fotográfica Meu Corpo, Minhas Regras – Por Ivy Oliveira

De 02 a 15/05/2017 – Dia 02/05 18h, demais dias de segunda a sábado, das 9h às 19h.

Museu da Imagem e do Som – MIS Campinas

Rua Regente Feijó, 859 – Palácio dos Azulejos – Centro – Campinas/SP

Informações (19) 3733-8800

O Portal Mais Indaiá é uma mídia totalmente virtual, no ar desde 2007 traz as melhores noticias e informações de Indaiatuba e cidades da região.

Copyright © 2016 - Loggar Entretenimento - Portal Mais Indaiá

To Top